Av. Professor Manuel de Abreu, 850
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
De Segunda à Sexta das 08h às 17h
Nosso Expediente

Comissão do Congresso que investiga crimes na Amazônia define plano de trabalho nesta segunda

A Comissão Externa Temporária criada pelo Senado para investigar o desaparecimento do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Araújo se reúne nesta segunda-feira(20). A intenção é de que sejam escolhidos o presidente, vice-presidente e o relator da comissão. Também há previsão de definição do plano de trabalho.

Dom Philips, correspondente do jornal britânico The Guardian, e Bruno Araújo Pereira, servidor licenciado da Fundação Nacional do Índio (Funai), desapareceram no dia 5 de junho, na região do Vale do Javari, no Amazonas. Os seus corpos foram encontrados na quarta-feira (15) e identificados por perícia nos dias seguintes.

A Polícia Federal afirmou neste domingo (19) que está sendo apurada a participação de, pelo menos, oito pessoas no crime que matou Bruno e Dom. A corporação chegou a declarar na sexta-feira (17) que não há mandante nem organização criminosa por trás das mortes. Três suspeitos já foram presos.

O pedido de criação da Comissão, feito pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), foi aprovado pelo Plenário. A intenção é investigar também o aumento dos casos de violência na Amazônia e omissões na proteção de ativistas ambientais. “Não podemos permitir a continuação desses ataques a comunidades tradicionais e defensores da preservação da floresta”, disse o parlamentar.
Bem Paraná
Agência Senado
Portal R7