Av. Professor Manuel de Abreu, 850
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
De Segunda à Sexta das 08h às 18h
Nosso Expediente

MAIS UMA VEZ, NÃO!

Editorial do Presidente

Mais uma vez, não!

Editorial em defesa da democracia e dos direitos dos cidadãos brasileiros.

A sociedade brasileira precisa despertar, não com o bater das panelas, mas com a consciência de que não se pode voltar atrás, aos tempos de massacre, abusos e sangue. Através da força, o Estado tenta calar a voz de pessoas, que lutam pela garantia de direitos, pela qualidade de ensino, pela liberdade do pensamento e se posicionam diante dos fatos.

editorial do presidente do sinpospetro-rjNesta sexta-feira(4), a polícia invadiu a Escola Florestan Fernandes, em Guararema, São Paulo, centro de educação e formação profissional, que qualifica o homem do campo e incentiva a produção coletiva. Sem qualquer mandado de reintegração de posse, atirando para o alto e com muita truculência, a polícia se fez presente no seu poder máximo.

Essa atitude selvagem nos mostra que o Brasil vive hoje um estado de exceção, onde o governo se impõe pelo poder da força e do autoritarismo. Não podemos nos calar diante de um fato tão repugnante. Esse não é o país que queremos para os nossos filhos, netos e todos os descentes do solo e do coração brasileiro.

Esse ato é inadmissível, por isso não podemos permitir que o poder tente ressuscitar o fantasma cruel e opressor dos anos de chumbo. Não vamos nos calar.

A casta insurgiu rebelada contra os miseráveis. A felicidade prematura do povo brasileiro incomodou aos donos de engenho, que escravizam a mão de obra e o pensamento da sociedade.

Hoje, estudantes ocupam escolas, em todo país, exigindo a manutenção da qualidade mínima de ensino. A classe estudantil está encurralada com a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional PEC 241, que limita os gastos com educação e com a Medida Provisória (MP) 746, que propõe a reforma no ensino médio, sem a consulta dos interessados- estudantes e educadores.

Para fazer valer a lei imposta, o governo tenta desmobilizar os movimentos através da força. Estamos todos juntos no mesmo barco, mas nesse veleiro somos simples faxineiros.

Hoje, os estudantes são o alvo, amanhã a metralhadora se voltará contra os trabalhadores. O governo já anunciou mudanças na previdência e nas leis trabalhistas.

A classe trabalhadora e toda sociedade precisam estar mobilizadas para lutar contra a retirada de direitos e o retrocesso da democracia. Mais uma vez não!!

Por mais que se tente impor uma ordem, uma lei, o tempo é mutável, ele não para. A democracia no Brasil não vai retroceder, porque agora os faxineiros já sabem ler.

Viva a democracia, a liberdade, a fraternidade e o amor ao próximo. Eusébio Pinto Neto, presidente da Federação Nacional dos Frentistas( FENEPOSPETRO) e do SINPOSPETRO-RJ.

 

presidente do sinpospetro-rjEusébio Luis Pinto Neto é frentista
Presidente do SINPOSPETRO-RJ e Diretor de Formação da Fenepospetro