Av. Professor Manuel de Abreu, 850
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
De Segunda à Sexta das 08h às 18h
Nosso Expediente

Após muita luta nas negociações, reajuste salarial é aprovado no município

A negociação das cláusulas econômicas da Convenção Coletiva de Trabalho do município do Rio de Janeiro terminou ontem (30), com uma grande vitória do Sinpospetro-RJ e dos trabalhadores, Em um momento tão difícil no Brasil, em que milhares perdem o emprego e direitos são retirados, o sindicato lutou bravamente para a manutenção das cláusulas econômicas e pelo aumento salarial.

“Conseguimos o aumento de 3,5% referente a data-base de março, após intensas negociações. O cenário econômico atual é precário, de demissões e retiradas de direitos, no entanto, o sindicato negociou intensamente as reivindicações dos trabalhadores e garantiu mais essa conquista”, ressaltou o presidente do Sinpospetro-RJ, Eusébio Neto.

O reajuste é retroativo ao mês de Março, incluindo benefícios como vale-alimentação, abono salarial, seguro de vida, entre outros. As diferenças salariais referentes aos meses de março a junho de 2020, tendo em vista os novos pisos salariais acima, serão pagos em quatro parcelas e a partir da folha salarial do mês de julho de 2020.

Ou seja, diferença do mês de março/2020 na folha salarial do mês de julho/2020, diferença do mês de abril/2020 na folha salarial do mês de agosto/2020, diferença do mês de maio/2020 na folha salarial do mês de setembro/2020 e diferença do mês de junho/2020 na folha salarial do mês de outubro/2020. Os empregados que recebem salário superior ao piso salarial também de receberão o reajuste a partir de 01/03/2020.

Em relação ao Ticket Alimentação, as empresas deverão efetuar o crédito do mês de Agosto de 2020 até o seu dia 15, já considerando o valor atualizado de R$ 206,50 e pagarão as diferenças do auxílio a partir de agosto até dezembro. Já o Abono Salarial reajustado para R$ 519,81 poderá ser pago em 3 parcelas, conforme a seguir: 1ª parcela na Folha Salarial de Julho. 2ª parcela na Folha Salarial de Setembro e 3ª parcela na Folha Salarial de Novembro.

Eusébio reafirma a necessidade dos trabalhadores somarem na luta junto ao sindicato: “É fundamental a união, temos muitos desafios pela frente e fortalecer o sindicato é fortalecer os direitos. Precisamos de todos da categoria filiados e lutando conosco”, afirmou.
Abaixo, nova tabela salarial:

Abaixo, nova tabela salarial: