Av. Professor Manuel de Abreu, 850
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
De Segunda à Sexta das 08h às 17h
Nosso Expediente

Pedro Guimarães deixa a presidência da Caixa após ser acusado de assédio sexual

O presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, pediu demissão nesta quarta-feira (29), após ser acusado de assédio sexual por funcionárias. A saída dele do governo foi confirmada em uma carta aberta publicada em suas redes sociais.

No lugar de Guimarães, entra Daniella Marques, braço direito de Paulo Guedes (Economia) e atual secretária de Produtividade e Competitividade da pasta. A troca foi oficializada no Diário Oficial da União no início da noite desta quarta.

Uma apuração sobre as denúncias tramita na Procuradoria da República no Distrito Federal. As denúncias dão conta de toques indesejados, convites inapropriados, entre outras coisas.

O presidente da Caixa é um dos nomes mais próximos do presidente no governo. Guimarães chegou a se colocar na disputa pela vaga de vice na chapa de Bolsonaro que disputará a reeleição neste ano. Também chegou a ser cogitado como substituto de Guedes em momentos de crise na pasta de seu padrinho no governo. Ele se aproximou do mandatário e sua família por ter uma visão de mundo similar à da família Bolsonaro.
Marianna Holandae Matheus Teixeira, Folha de São Paulo