Av. Professor Manuel de Abreu, 850
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
De Segunda à Sexta das 08h às 17h
Nosso Expediente

Netflix vai cobrar taxa para quem divide conta em mais de uma casa

A Netflix anunciou nesta segunda-feira (18) que vai cobrar um adicional de usuários em cinco países latino-americanos que acessarem suas contas em mais de uma residência, segundo comunicado divulgado pela companhia de streaming.

Os clientes da empresa na Argentina, República Dominicana, Honduras, El Salvador e Guatemala que quiserem utilizar o serviço em mais de uma casa terão de pagar um valor adicional entre US$ 1,70 e US$ 2,99 (R$ 9,12 e R$ 16,04, na cotação atual), a depender do país. O serviço poderá ser utilizado em uma a três casas adicionais dependendo do tipo de assinatura.

Segundo a empresa, acesso durante viagens via tablet, notebook ou celular será possível.

Em março deste ano, a empresa lançou um recurso de adição de membro da assinatura no Chile, Costa Rica e Peru. “A partir do próximo mês vamos lançar uma alternativa de adição de residência na Argentina, República Dominicana, El Salvador, Guatemala e Honduras”, afirmou a empresa.

Procurada no Brasil, a Netflix afirmou apenas que “o Brasil não está incluído entre os países em que a regra [de moradia extra] será adotada” e remeteu ao comunicado da matriz nos Estados Unidos.
Folha de São Paulo