Av. Professor Manuel de Abreu, 850
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
De Segunda à Sexta das 08h às 17h
Nosso Expediente

Audiência na ALERJ altera atendimento do sindicato nesta sexta

A sede do SINPOSPETRO-RJ, em Vila Isabel, Zona Norte do Rio de Janeiro, vai funcionar em horário alternativo nesta sexta-feira (2), já a subsede em Volta Redonda, no Sul do Estado, vai abrir normalmente. A mudança no atendimento aos trabalhadores ocorre por causa da audiência pública, que será realizada amanhã, às 11h, na Comissão de Trabalho da ALERJ. A audiência vai debater a situação da segurança dos trabalhadores em postos de combustíveis, dos usuários e as sucessivas explosões no abastecimento de gás.

Representantes dos Sindicatos dos Frentistas do Rio de Janeiro, Niterói e Campos dos Goytacazes já confirmaram a presença. Os sindicatos patronais do Município do Rio de Janeiro (Sindcomb) e do Estado (Sindestado) também foram convidados, assim como os representantes dos órgãos públicos, responsáveis pela fiscalização nos veículos movidos a GNV.

SEDE
A sede do SINPOSPETRO-RJ vai abrir sexta-feira das 8h às 10h, fechará entre 10h e 14h, e reabrirá para atendimento aos trabalhadores das 14h às 17h. O horário alternativo de atendimento é para garantir a presença de todos os diretores e colaboradores na audiência que vai debater os riscos no abastecimento com GNV.

PARTICIPE
Se você trabalha próximo ao Centro do Rio ou está de folga nesta sexta-feira (2) não deixe de participar da audiência que vai debater o abastecimento com GNV. Sua presença é muito importante! A audiência será às 11h, no 21º andar do edifício Lúcio Costa, rua da Ajuda, nº 5.

FERIADO
Na próxima quarta-feira (7), feriado da Independência do Brasil, a sede e a subsede do sindicato não vão abrir.

FIQUE LIGADO
Sete de Setembro é feriado Nacional, por isso os trabalhadores de postos de combustíveis precisam ficar atentos aos seus direitos. As Convenções Coletivas do Estado e do Município do Rio de Janeiro 2021/2023 determinam que as horas trabalhadas em feriados, não compensados, serão pagas com acréscimo de 100% sobre o valor da hora normal, sem prejuízo do pagamento do repouso remunerado, que já é assegurado por lei.

Por Estefania de Castro
Design Mylena Campos