Av. Professor Manuel de Abreu, 850
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
De Segunda à Sexta das 08h às 17h
Nosso Expediente

Queda de vendas na Black Friday indica Natal mais fraco no varejo

Com juros altos e parte da renda das famílias comprometida com dívidas, dados preliminares apontam uma queda inédita nas vendas da Black Friday e acendem um sinal amarelo no varejo. Empresas, consultorias especializadas e economistas já refazem as projeções de vendas para o Natal, incluindo previsões de queda em relação ao de 2021.

Dados da empresa de inteligência Neotrust obtidos pelo GLOBO apontam uma queda recorde inédita de 23% no faturamento da Black Friday em comparação com o ano passado.

Houve retração tanto no comércio virtual como no físico. A Copa do Mundo também prejudicou as vendas. Na sexta-feira, o assunto mais comentado foi a seleção brasileira, não as ofertas, como costuma ocorrer.

Fábio Bentes, economista-chefe da Confederação Nacional do Comércio (CNC), destaca que esse movimento vai afetar em cheio o comércio no Natal: — Havia uma perspectiva de alta de 2,1% nas vendas deste Natal. Agora, isso pode ser revisto para baixo por conta do endividamento e do custo do crédito, conforme revelaram os dados do BC. Podemos esperar uma estabilidade nas vendas para o Natal, com lembrancinhas e compras à vista — apontou Bentes.
Bruno Rosa e Luciana Casemiro, O Globo